Interatividade

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Interatividade

Mensagem por Wagão Professor em Qua Abr 06, 2011 4:22 pm

Comente essas duas ideias fazendo uma síntese do que você aprendeu sobre o Manifesto Comunista.
a) Interprete essa frase: "a história de todas as sociedades que existiram até nossos dias tem sido a história das lutas de classe"
b) Marx, então, pelo Manifesto Comunista, vai mostrando num percusso da História como aconteceu o surgimento da burguesia e ao mesmo tempo o aparecimento dos oprimidos. Descreva como isso aconteceu?
OBS. Suscite discussões com os colegas


Última edição por Wagão Professor em Seg Abr 22, 2013 12:11 am, editado 2 vez(es) (Razão : Se tiver alguma dúvida ir ao local de dúvidas e postar.)
avatar
Wagão Professor
Admin

Mensagens : 64
Data de inscrição : 01/04/2011

Ver perfil do usuário http://wagaoprofessor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Ter Abr 23, 2013 11:23 am

Marx divide duas classes sociais que fundamentam toda a história.
burgueses e proletários . Ele foi corretíssimo em dizer que toda história das sociedades se fundamentam na luta de classes , pois desde os primórdios da antiguidade existe esses conflitos devido a consequência dos diferentes papeis que os grupos sociais têm no processo de produção, trazendo vários impactos revolucionários das duas partes.Cada uma divisão, mostrando o seu complemento essencial para as suas formações diante da força de trabalho e o meio, com seu objetivo revolucionador. Ele mostra exemplos claros sobre Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre de corporação e companheiro, numa palavra, opressores e oprimidos, têm permanecido em constante oposição uns aos outros, envolvidos numa guerra ininterrupta, ora disfarçada, ora aberta... esses exemplos mostram o antagonismo existente ao decorrer dos séculos, pois sempre houve essas desigualdades,rivalidades que mostra o resultado de um fenômeno que é desencadeado, principalmente, entre outros motivos, pela má distribuição de recursos, onde se concentra a maioria das riquezas nas mãos de uma minoria sendo esses, melhores beneficiados.


Última edição por Murillo Ferreira 3MB em Ter Abr 23, 2013 11:43 am, editado 1 vez(es)
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Mercia Alcântara em Ter Abr 23, 2013 11:42 am

A frase "A História de todas as sociedades que existiram até nossos dias tem sido a história das lutas de classes" quer dizer que desde a idade da pedra existiam sociedades e brigas para se estabelecer em tal posto em uma delas. Existem até hoje quem comanda e quem é comandado, quem dita e quem tem que obedecer. Luta de classes são as divisões sociais que ocorrem em todas as sociedades desde antigamente até os dias atuais.
A sociedade burguesa nasceu do fim da antiga sociedade feudal para suprir as necessidades que a sociedade feudal já não dava mais conta por culpa do crescimento do mercado. Os oprimidos, no caso, seriam os proletários que perderam sua função para as máquinas no mercado. Correto ?
avatar
Mercia Alcântara

Mensagens : 2
Data de inscrição : 23/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Laís Félix 3ºB em Ter Abr 23, 2013 9:17 pm

A história de toda a sociedade pode-se resumir de certa forma nas divisões da sociedade em classes,que já perdura no nosso meio desde os tempos antigos. A luta de classes começou com a criação da propriedade privada dos meios de produção,com isso a sociedade foi dividida entre burguesia (classe dos proprietários dos meios de produção social) e o proletário( classe dos trabalhadores, que eram obrigados a vender sua força de trabalho para sobreviver).
avatar
Laís Félix 3ºB

Mensagens : 15
Data de inscrição : 23/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Marcos Bruno em Ter Abr 23, 2013 9:43 pm

Pode-se analisar a burguesia e os proletários também desde a época das grandes navegações que as metrópoles tinham a responsabilidade de trazer recursos a colônia mas infelizmente oque aprendemos de nossos colonizadores é que , quem é pobre não tem o direito de ser rico e nem de ter um trabalho digno só "escravo" que é o caso dos proletários e quem é rico (burguesia), que procure meios de ficar mais rico e procurar mais "escravos" para que não diminua sua riqueza .
avatar
Marcos Bruno

Mensagens : 5
Data de inscrição : 23/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Milena Britto em Qua Abr 24, 2013 3:27 pm

A frase relata que o homem na sua autossuficiência sempre está querendo ser melhor do que os outros, gerando assim uma escala graduada de condições sociais.
Segundo Marx em cada época se designa um nome às diferentes classes, pois esta diferença não deixa de existir, exemplo: plebeus, escravos, senhores, servos, etc.
Na verdade essa condição é uma guerra ininterrupta, pois as divisões sociais já foram implantadas e nunca deixarão de existir, podem mudar apenas suas condições.
A burguesia como parte de uma classe surgiu da ruína da sociedade feudal e não mudou a oposição de ideias de classes, apenas simplificou.
A antiga organização feudal era circunscrita, mas os meios tecnológicos evoluíram e a divisão do trabalho passou a ser burgueses X proletários, ou seja, barão e servo, no poder, os opressores, na submissão, os oprimidos.


avatar
Milena Britto

Mensagens : 14
Data de inscrição : 24/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Laís Félix 3ºB em Qua Abr 24, 2013 6:40 pm

Reforçando a primeira tese, essa frase constitui a conclusão da concepção materialista da Historia,transformou-se em um elemento da luta de classes, ou seja onde trocava o bem estar comum por interesses materiais.
Como Milena ressaltou, Marx em cada época designa um nome às diferentes classes, pois esta diferença não deixa de existir.Desde as primeiras épocas históricas, constatamos, por quase toda a parte, uma organização completa da sociedade em classes distintas, o que muda somente são só os nomes das classes e as formas de lutas usadas por cada classe.
avatar
Laís Félix 3ºB

Mensagens : 15
Data de inscrição : 23/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Milena Britto em Qua Abr 24, 2013 8:17 pm

Conforme crescia o comércio assim era com a burguesia. A preocupação dos burgueses em relação ao comércio era muito grande, pois se tratava do próprio bem deles.
Em exigências era cobrado o pagamento à vista, os proletários eram explorados e as relações entre as famílias foram trocadas por relações monetárias.
Isso nos mostra mais uma vez que os burgueses só estavam preocupados com o seu bem estar, com o seu eu e explorando os oprimidos. Isso é diferença entre as classes.
Vocês concordam comigo Question
avatar
Milena Britto

Mensagens : 14
Data de inscrição : 24/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Qui Abr 25, 2013 12:23 am

O burgues revolucionou a sociedade em si, trazendo inúmeros recursos , pois através desse grupo ocorreu mudanças econômicas, trocou o campo pela cidade, proporcionando melhores desenvolvimentos internos, tirando muitas pessoas da vida no campo(rural). Enfrentou vários gigantes em suas produções pois cresceu e ''ERA MUITO ESTREITA PARA SEGURAR SUAS RIQUEZAS'' , tanto que implantou meios para não enfrentar crises com a destruição violenta de grandes forças produtivas. Caminhando junto com o crescimento produtivo desse grupo , também crescia outro grupo que eram chamado:proletários , os quais eram operariado moderno, pois se fazia necessário ter trabalhadores , porque esse grupo de pessoas não tinham como se manter , e queriam muito o emprego à medida que aumentava o capital, mesmo com o custo reduzido por causa das máquinas. Podemos ver nos dias de hoje , pessoas que seguem o mesmo padrão, pois não tem oportunidade e muitos não se interessam para está em um patamar elevado da sua realidade, e acabam sendo meros operários de empresas que só querem um pouco do trabalho deles, pois a máquina ja faz tudo, precisando só de manutenções....
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Wagão Professor em Qui Abr 25, 2013 10:40 am

avatar
Wagão Professor
Admin

Mensagens : 64
Data de inscrição : 01/04/2011

Ver perfil do usuário http://wagaoprofessor.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Qui Abr 25, 2013 7:00 pm

Interessante seu comentário Milena. Olhe bem que os burgueses tiveram um papel fundamental para a sociedade em que vivemos, pois o comércio mudou a história. Concordo sobre a exploração dos oprimidos naquela época e também vamos prestar atenção, que o grupo dos proletários modernos necessitava muito desse emprego, mesmo com o salário baixo eles se sujeitavam a isso...
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Mercia Alcântara em Qui Abr 25, 2013 7:32 pm

Os operários se revoltaram e quebraram as maquinas, produtos que eram vindos de outros países e que lhes fazem concorrência, queimaram fabricas. Tudo isso para terem o reconhecimento e a posição perdida do artesão na idade média. O crescimento avançado e rápido de máquinas mais eficientes tornaram cada vez mais precária a situação do operários, que por sua vez, se vêem cada vez mais organizados e juntos contra os burgueses e em defesa de seus salários. Criam associações e exigem da burguesia o reconhecimento de certos recursos aos operários, como por exemplo menor jornada de trabalho na Inglaterra. Algo a acrescentar sobre esse fato ??
avatar
Mercia Alcântara

Mensagens : 2
Data de inscrição : 23/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Laís Félix 3ºB em Qui Abr 25, 2013 8:21 pm

Respondendo a pergunta feita pela colega MILENA BRITTO, concordo com que ela disse a respeito da burguesia está preocupada só com seu bem estar, porque a relação dos burgueses com os proletáriados , era realmente uma relação de oprimidos e opressores. Os burgueses querendo cada vez mais se capitalizarem , mas aproveitando da situação em que os proletarios eram de certa forma obrigados a se submeterem: vender sua força de trabalho para conseguir sobreviver .
E a burguesia usava força de trabalho dos proletariados para fazer funcionar seus meios de produção.
avatar
Laís Félix 3ºB

Mensagens : 15
Data de inscrição : 23/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Sex Abr 26, 2013 4:17 pm

Um dos principais problemas foi sem dúvida a exploração, mas essa exploração, e essa posição de inferioridade histórica desde o começo dahumanidade, já acontecia pelas classes dominantes.
Por isso as camadas estruturais armaram um acordo de dominação das massas, essa acordo não se deixaria prejudicar principalmente a classe burguesa (capitalista).
Mas surgiria uma força contrária, uma oposição aos interesses do sistema e da burguesia. Uma força que ameaçaria em pé de igualdade contra a ideologia burguesa, que viria se chamar ideologia comunista .
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Nathaly Barros Nunes em Sex Abr 26, 2013 4:21 pm

Concordo com Milena, pelo fato de ela ressaltar que os burgueses estão preocupados com o seu bem estar e o dos que seguem eles, então eles achavam que se preocupando com os seus bens estavam garantindo uma vida estabilizada de modo que não precisasse passar dificuldades no futuro. Já os proletários eram explorados e não tinham outra saída. E a frase citada como tema relata muito essa divisão de classes, ou seja, burgueses x proletários, cada um no seu devido lugar.
avatar
Nathaly Barros Nunes

Mensagens : 2
Data de inscrição : 26/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Milena Britto em Sex Abr 26, 2013 11:48 pm

Devido ao rápido progresso, a burguesia criou um mundo à sua imagem e semelhança, principalmente pelo fato dos baixos preços oferecidos.
Além do crescimento dos grandes centros urbanos, o aumento da população, entre outros, a burguesia passou a utilizar as máquinas, químicas, indústrias... Sobre todas estas coisas a burguesia se firmou, gerando grandes meios de produção e de troca, mas esse crescimento foi como uma bola de neve.
A ”grande burguesia” se prejudicou com a sua própria evolução, a qual foi tão rápida. Basta falar de crises comerciais e já ameaça a sociedade burguesa, pois destroem os produtos e as forças produtivas.
O que vocês acham dessa epidemia da superprodução Question
avatar
Milena Britto

Mensagens : 14
Data de inscrição : 24/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Sab Abr 27, 2013 1:17 am

Milena, foi um momento de alto risco para a burguesia naquela época, pois tudo estava passando dos limites. O crescimento exagerado nos meios de subsistência, muitas indústrias, muitos comércio.. A força produtiva não ajudava mais para as relações burguesas... Era como se tivesse muito, mas sem determinado equilíbrio dentre seus recursos. Por isso, procuraram trabalhar em prol de tirar tais meios, pela destruição violenta de grande quantidade de forças produtivas,conquistando novos mercados.O que abriu margem proporcionando prejuízo para o futuro, pois só iria influenciar para problemas mais extensos.
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por paulo henrique 3b em Sab Abr 27, 2013 10:29 am

Milena é interessante notar que nesse processo de evolução da manufatura à industria à vapor a media burguesia cedia lugar aos grandes milionarios e aos burgueses modernos, isso se equipara à frase de Hebert Spencer que defende que apenas os mais aptos sobrevem enquanto os mais fracos perecem. Devido a grande concorrência, propria do capitalismo vigente, aqueles que nao tinham capital para sobreviver eram marginalizados.
avatar
paulo henrique 3b

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por paulo henrique 3b em Sab Abr 27, 2013 10:42 am

E sobre o que eu acho acerca da epidemia da superprodução, essas crises se acontecendo periodicamente acabaria por colocar em risco a existencia da classe burguesa, mas como o Manifesto ressalta a burguesia trouxe um cara cosmopolita à produção e principalmente ao consumo, dessa forma a burguesia reerguia-se dessa crises de superprodução com a conquista de novos mercados aumentando assim a dimensão de uma futura crise
avatar
paulo henrique 3b

Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por João Pedro Oliveira em Sab Abr 27, 2013 2:58 pm

Marcos Bruno, não confunda as coisas, burguês não é sinônimo de rico, burguês é aquele que detém os meios de produção do trabalho, o burguês é rico pelo processo da exploração do trabalhador proletário, conhecido como mais-valia. Mas, nem todo o rico precisa ser necessariamente burguês.Rico é quem tem riquezas, bens materiais de valor e prestígio.
avatar
João Pedro Oliveira

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por João Pedro Oliveira em Sab Abr 27, 2013 3:02 pm

Mércia Alcântara

Esse fato que você colocou é a origem do sindicalismo. É associações dos proletários para exigir melhores condições de trabalho, redução da jornada de trabalho, melhores salários, leis trabalhistas, condições de trabalho adequadas ás mulheres e crianças.Primeiramente, você citou o ludismo, movimento iniciado na Inglaterra no início do séc. XIX, com a quebra da máquinas, ou seja, destruir o meio material de produção.Depois do ludismo, veio o cartismo com a elaboração da “Carta do Povo”, no qual tentava uma organização da classe trabalhadora. É do cartismo que se originou na segunda metade deste mesmo século, os sindicatos.
avatar
João Pedro Oliveira

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por João Pedro Oliveira em Sab Abr 27, 2013 3:26 pm

Milena tocou em um ponto importante, a epidemia da superprodução.Foi esse um dos motivos da crise econômica mundial de 1929, com a quebra da bolsa de valores de Nova York.Concordo também com Paulo, pois a conquista de novas mercados já não é possível para contornar uma crise econômica de grandes proporções como a de 1929 e muito menos atualmente com um mundo cada vez mais globalizado. A conquista de novos mercados foi sustentada pelo desenvolvimento e progresso da classe burguesa, ainda como um processo de consolidação da ordem burguesa no Mundo.
avatar
João Pedro Oliveira

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Laís Félix 3ºB em Sab Abr 27, 2013 10:56 pm

A burguesia foi responsável pelo desenvolvimento da civilização, pois foi ela que desenvolveu e aperfeiçoou os meio de comunicação, os instrumentos de produção e o comércio. A burguesia promoveu também uma concorrência livre, um controle econômico e político na sociedade. Com isso construia-se uma sociedade cada vez mais produtiva. A epidemia da superprodução, aconteceu justamente quando ocorreram as crises comerciais de produtos e forças produtivas.A consequencia dessa surperprodução é uma desordem para a sociedade burguesa quanto a sua permanencia. 
A burguesia se atropelou nos seus próprios investimentos, ela exagerou tanto em seu modo de querer tudo conquistar, que acabou se autoprejudicando, como diz no MANIFESTO : a burguesia desempenhou na história um papel extremamente revolucionário.
avatar
Laís Félix 3ºB

Mensagens : 15
Data de inscrição : 23/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Milena Britto em Dom Abr 28, 2013 1:20 pm

O sistema burguês tornou-se estreito para conter as riquezas criadas em seu seio, então para vencer essa crise destruíram uma grande parte das forças produtivas e conquistou novos mercados. Tudo isso levou até as armas que a burguesia utilizou para abater o feudalismo, mas que voltam contra a própria burguesia.
Além de produzir as armas, produziu também os homens que usarão estas e esses homens são os operários modernos , os que vivem somente do salário.
avatar
Milena Britto

Mensagens : 14
Data de inscrição : 24/04/2013
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Murillo Ferreira 3MB em Dom Abr 28, 2013 5:12 pm

Morreram de medo, pois a civilização estava em crise e por isso praticou esses delitos. Passaram a lutar entre eles mesmos, pois era muitos meios de produção e o mercado estava em grande extensão.
avatar
Murillo Ferreira 3MB

Mensagens : 24
Data de inscrição : 20/05/2011
Idade : 21
Localização : Itabuna

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interatividade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum